Patologias vasculares: efeitos produzidos à “força masculina”

As doenças vasculares estão diretamente associadas às anomalias de funcionamento do sistema sanguíneo. Esses defeitos reduzem afluxo sanguíneos aos rins, coração, celebro. Com impotência o se reduz o afluxo sanguíneo ao pénis. As anomalias do sistema vascular são capazes de provocar a impotência em 65% dos homens que as têm.

Porque é que acontece a redução do afluxo sanguíneo? O motivo pode ser o aumento do nível de colesterina “prejudicial” no sangue que favorece ao bloqueio de vasos. É do conhecimento comum que os vasos são capazes de ampliar-se e enroscar-se atendendo aos sinais de células que respondem por composição sanguínea. Em resultado é a redução do afluxo sanguíneo a um órgão, apesar de pessoa não sofrer de obliteração venosa. Quando as células endoteliais (responsáveis por composição sanguínea) baixam sua função, regista-se a redução vascular que resulta em obliteração. Assim é explicada a associação de doenças vasculares com impotência.

Principais doenças resultantes de patologias vasculares

As patologias vasculares são capazes de provocar determinadas doenças:

  • diabetes melitus;
  • hipertensão;
  • doenças de vasos periféricos.

Infelizmente, todas essas doenças poderão provocar o desenvolvimento de impotência.

Origens de doenças

As doenças poderão ser originadas por:

  • obesidade;
  • tabagismo;
  • consumo de álcool;
  • alto nível colesterina.

Um pouco sobre fuga venosa

Com excitação, o sangue, por via de vasos sanguíneos, chega ao pénis. Quando as veias do pénis são incapazes de parar o refluxo sanguíneo no momento de ereção, cria-se o efeito que se chama a fuga venosa. A última regista-se quando um homem se sofre de perturbações do sistema de vasos. Além disso, a fuga venosa pode ser provocada por baixo nível de mio-relaxação do pénis.

Porque a mio-relaxação em alguns casos é perturbada? Os motivos prováveis são diabetes melitus, doenças do sistema nervoso, determinadas doenças psiquiátricas e perturbações psicológicos, tais como o medo e inquieto. O princípio da patologia se concerne em crescimento de tecidos cicatrizados do revestimento de proteína do pénis e seus tecidos cavernosos.

You May Also Like

O que é Sildenafil?

Disfunção erétil: como ocorre uma ereção

12 razões pelas quais a libido diminui

Impotência: primeiros passos no combate com diagnóstico