O que é Sildenafil?

Sildenafil, ou mais precisamente, Citrato de Sildenafil é uma substância que tem um efeito benéfico na potência em homens. O mecanismo de ação do Sildenafil é que ele fornece fluxo sanguíneo para a área pélvica, e consequentemente, para o pénis. Graças a essa propriedade, o Sildenafil é usado no tratamento da disfunção erétil.

Como exatamente Sildenafil Citrate funciona?

Muitos fermentos são produzidos no corpo, entre os quais há cGMP-specific phosphodiesterase do tipo 5, brevemente denominado PDE-5. Ele dissocia cGMP e, portanto, não permite que os músculos lisos do corpo relaxem. Ao bloquear este fermento, o nível de cGMP no corpo aumenta. Os músculos podem relaxar e o fluxo sanguíneo neles melhorará, os vasos expandir-se-ão.

O fermento PDE-5 no organismo é distribuído desigualmente. A sua maior concentração é nos pulmões, na retina dos olhos e no pénis nos homens. Devido a esta alta concentração Sildenafil tem um efeito benéfico nesta área.

O citrato de Sildenafil é uma droga do grupo dos inibidores (supressores) PDE-5.

Interação com outros medicamentos. Efeitos colaterais do Sildenafil.

Antes de começar a tomar o medicamento com base no Sildenafil, sempre consulte um médico para o aconselhamento. Não se esqueça de dizer sobre todas as doenças que você tem, bem como os medicamentos que está a tomar no momento.

O Sildenafil não deve ser administrado simultaneamente com nitratos e drogas semelhantes a nitrato, pois, isso pode levar a uma queda acentuada da pressão arterial.

O efeito colateral manifesta-se quando tomar simultaneamente Sildenafil e grapefruit ou sumo de toranja.

Em geral, os efeitos colaterais que podem ocorrer depois de tomar Sildenafil estão listados abaixo.

  • Dor nas costas, nos músculos, dores de cabeça.
  • Indigestão e diarreia.
  • Diminuição da pressão arterial, congestão nasal, constipação, hemorragia nasal, insónia.

RARO: uma ereção que dura mais de 4 horas, acompanhada de sensações desagradáveis.

RARO: perda súbita temporária da visão. Este fenómeno é devido ao fato de que o influxo de sangue para o nervo ótico pode diminuir. Este efeito colateral geralmente manifesta-se em pessoas do grupo de risco – fumantes, diabéticos, doentes do coração, com pressão elevada, com colesterol alto, bem como aqueles que já têm os problemas de visão.

Dosagem e método de administração do Sildenafil

Uma pessoa saudável sem problemas de saúde é geralmente recomendada uma dose inicial de 50 mg. Mas ela pode ser alterada dependendo da reação ao Sildenafil. Se o efeito for insuficiente a dose será aumentada para 100 mg. Se o efeito for muito pronunciado e os efeitos colaterais forem observados, a dose será reduzida para 25 mg. Em qualquer caso, 100 mg é o máximo diário. Neste caso não é recomendado tomar Sildenafil mais de 1 vez por dia.

O momento ideal para tomar Sildenafil é de 1 hora antes da relação sexual. Como nem sempre é possível acertar a hora exata, você pode esperar um período aproximado de eficácia máxima – de 30 minutos a 4 horas depois de tomar a pílula.

Sildenafil pode ser tomado independentemente das refeições.

É importante não esquecer que a ereção não vem do comprimido de Sildenafil, você precisa de estimulação sexual.

Genéricos baseados em Sildenafil

Quando um medicamento é produzido com base numa substância ativa já conhecida, ele é chamado de genérico.

Quando a substância ativa é inventada por uma empresa farmacêutica, muito tempo e dinheiro são gastos na sua verificação. Isso inclui estudos de laboratório, ensaios clínicos e todos os tipos de verificações de segurança. No final, se a substância tiver acesso ao mercado, um medicamento é produzido na sua base, que é chamado de original.

A empresa que produz este original recebe uma patente, que concede o direito exclusivo de lançamento e venda do medicamento. Esta oportunidade permite recuperar os custos financeiros gastos na pesquisa.

Quando o prazo da patente expirar, outras empresas têm o direito de liberar genéricos, ou seja, criar o seu próprio medicamento com base na mesma substância ativa.

A empresa Pfizer desenvolveu a substância Sildenafil Citrate, e a sua patente está atualmente estendida até 2020. Isso significa que só ela pode produzir oficialmente um medicamento baseado no Sildenafil. O medicamento original é chamado de Viagra.

De fato, já existe um genérico oficial de Viagra, produzido pela empresa Teva com a permissão da Pfizer. Mas isso é mais um caso excecional do que uma regra.

Mas há muitos genéricos não oficiais do Viagra. A maioria deles é produzida na Índia, assim como em outros países onde a lei internacional de patentes é tratada bastante indiferente.

Os mercados desses países estão literalmente inundados com uma variedade de genéricos de Viagra de diferentes graus de qualidade. E gradualmente os mais bem-sucedidos deles chegam aos mercados dos países desenvolvidos.

Por que os países desenvolvidos compram genéricos da Índia? Em primeiro lugar, porque eles são baratos. Em segundo lugar, porque o próprio Viagra só pode ser comprado com a prescrição médica. E muitos homens têm vergonha de ir ao médico e falar sobre os seus problemas. E comprar os genéricos nas farmácias online ilegais sem prescrição médica.

You May Also Like

Terapia de reposição de testosterona no tratamento da impotência

O que é impotência (disfunção erétil)?

Impotência: Como preveni-la

Sexo e saúde emocional: será que há ligação