Sobre os benefícios da vitamina C

Os benefícios da vitamina C são difíceis de sobrestimar. Recomenda-se que as drageias com ácido ascórbico sejam tomadas por adultos e crianças durante a estação fria, por mulheres grávidas e idosos, pelas pessoas que tiveram doenças infeciosas.

A maioria absoluta das pessoas desde a infância já ouviu falar sobre os benefícios inesgotáveis da vitamina C, mas poucas pessoas pensaram por que razão esta vitamina é tão valiosa para o nosso corpo.

A ingestão da vitamina C deve ser regular, porque não pode ser armazenada de reserva. A dose diária da vitamina C para um adulto é de cerca de 100 mg, de acordo com vários dados, a quantidade de vitamina não absorvida é excretada na urina. Durante a gravidez ou durante um período de grandes resfriados, o médico pode prescrever uma quantidade um pouco maior de vitamina por dia, mas vale a pena aumentar a dose diária somente depois de consultar um médico, e não de forma autónoma. A ingestão excessiva do ácido ascórbico pode afetar negativamente o funcionamento do fígado, rins e pâncreas.

O papel da vitamina C no corpo é muito diversificado. No decorrer de muitos estudos, descobriu-se que a vitamina C:

regula

  • processos de redução-oxidação,
  • coagulação do sangue,

participa

  • na síntese de hormonas esteroides, colagénio e catecolaminas,
  • na absorção de cálcio e ferro, ácido fólico e pantoténico,
  • no processo de formação de sangue,
  • no processo de metabolismo do colesterol,
  • na excreção de substâncias tóxicas do organismo,
  • na produção de hormonas para superar o stresse físico e emocional,

realiza

  • efeito anti-inflamatório e antialérgico,
  • ação protetora contra os efeitos do stresse,
  • efeito restaurador, regenerativo,

estimula

  • ação das glândulas endócrinas,
  • resistência do corpo a infeções, produção de anticorpos.

O organismo pode obter a dose diária da vitamina C a partir de produtos naturais, principalmente de origem vegetal. Os mais ricos em ácido ascórbico são:

  • bagas da rosa canina (650 mg/100 g),
  • pimento vermelho (250 mg/100 g) e verde (125 mg/100 g),
  • groselha preta e espinheiro (200 mg/100 g),
  • variedades ácidas de maçã (сontêm 165 mg/100 g),
  • aneto (100 mg/100 g) e salsa (150 mg/100 g),
  • couves de Bruxelas (120 mg/100 g),
  • limões e laranjas (50 mg/100 g).

Os recordistas do teor de vitamina C (1000-3000 mg / 100 g) são os frutos da cereja de Barbados, que é cultivada nos países da América do Sul. As bagas em forma fresca e seca são adicionadas às saladas de frutas, são matérias-primas para a fabricação de xaropes, geleias e doces.

Ao cozinhar, congelar e conservar as frutas e os legumes, uma parte significativa da vitamina é perdida, por isso, nas estações do ano frias, recomendamos tomar os comprimidos de vitamina C.

Os sinais de falta da vitamina C no corpo são geralmente:

  • sangramento gengival;
  • facilidade de aparecimento de hematomas e má cicatrização de feridas;
  • perda de cabelo e unhas quebradiças;
  • pele seca;
  • sonolência e fraqueza geral;
  • sensação de desconforto e estados de depressão.

As indicações para a ingestão de vitamina também podem ser:

  • stresses físicos e emocionais intensos;
  • doenças infeciosas;
  • intoxicações por alimentos, álcool e outras;
  • feridas cicatrizadas lentamente e fraturas ósseas;
  • prevenção de hipovitaminose e constipações;
  • período de gravidez e amamentação;
  • estados de stresse e depressão.

You May Also Like

Os benefícios do arroz

Existe alguma diferença entre a comida quente e fria?

Frutos secos: benefícios e desvantagens

Topinambo: benefícios e desvantagens